quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Como fazer as unhas!

Mesmo as mais experientes estão sempre em busca de aperfeiçoamento, certo? Todas nós temos nosso jeitinho especial de esmaltar, mas dicas são sempre bem vindas! Para as novatas no assunto é muito importante se informar sobres os segredinhos de uma esmaltação saudável e perfeita. Para as experientes a troca de #dicas aumenta ainda mais o conhecimento no assunto. Baseada nisso vou dedicar o primeiro post a todas que gostam de fuçar tutoriais em blogs alheios. Baseada na experiência de blogs e na comunidade, preparei um tutorial com algumas dias e sugestões.


Vou falar primeiro dos materiais necessários:





Eu, particularmente, prefiro não tirar as cutículas. Como todo mundo tá careca de saber, elas são uma proteção e quando retiradas, deixam a porta aberta para as bactérias invadirem nosso organismo. Além de ser super perigoso, eu acho que fica feio. Cuidando adequadamente das cutículas, pode-se obter um resultado impecável. Hoje em dia existe uma variedade de cremes específicos que são maravilhosos, que tornam o uso do alicate indispensável. Eu ainda uso, mas somente para retirar algumas "pelinhas" que se destacam após a hidratação. E outra, é o "oh do borogodó" tirar aqueles bifes enooormes que só tendem a deixar os dedos doloridos e vermelhos. Tem coisa pior que você passar horas fazendo a unha e no final, ver que aquele bife enorme que você tirou, deixou o dedo todo vermelho? Sem falar que o acabamento fica horroroso. Argh. Do jeito que eu sou perfeccionista ao extremo, era capaz de tirar tudo só de raiva. HAHA Por isso separei algumas imagens de cremes super acessíveis que são ótimos e que com certeza deixarão o bom e velho alicate aposentado.

 * Os preços sugeridos ali podem mudar dependendo da região.

Mira Cuticle (Avon): Acredito eu que o mais conhecido e utilizado nesse ramo. Além de hidratar as cutículas e diminuí-las, ele as amolece e as prepara para o esmalte. "Formulado com 10% de Ácido Lático, um conhecido Alfa-hidroxiácido, que ajuda a reparar as cutículas ásperas e ressecadas em apenas 5 dias deixando-as macias. Contém exclusiva combinação de vitaminas, minerais e nutrientes como Vitamina E, Aloe Vera, Pantenol, Pantotenato de Cálcio, Queratina e Óleos de Semente de Damasco que ajudam a suavizar as cutículas mais ressecadas deixando-as com aparência de unha recém feita. Modo de usar: durante a primeira semana de uso aplique pequenas quantidades do produto em dias alternados, massageando a cutícula. após este período, aplique pelo menos uma vez ao dia. Pode ser usado com ou sem esmalte."

Creme para cutículas (Granado): Rico em ativos emolientes, que hidratam e amaciam as cutículas. Estes ingredientes permitem apenas empurrá-las, sem danificar a unha. Enquanto ele ajuda a manter a cutícula, principalmente para quem não gosta de tirá-la (Como eu), o creme tem 2 funções: serve tanto para hidratar como para amolecer as cutículas no momento da manicure, ajudando a sua retirada.

Cera nutritiva (Granado): Apesar do cheiro que pode incomodar algumas pessoas e da meleca que ela faz, é muito bem recomendada e cumpre aquilo que promete. O preço é meio salgado, pra um potinho tão pequeno, mas compensa e muito. Ela dura horrores, podem ter certeza. É meio oleosa e pra quem vive naquela correria do dia a dia, torna-se meio incômoda, principalmente pra que usa muito as mãos no trabalho (Como quem trabalha com computadores e tá sempre digitando). Apesar dos pontos negativos, se usada diariamente, por até três vezes ao dia, a cerinha "Produzida com cera vegetal de cereais associada ao leite de aveia e uma combinação de silicones que juntos promovem hidratação, maciez e regeneração das cutículas, dando brilho e um belo aspecto às unhas com toque não oleoso."

Pomada Bepantol: Olha... Essa ai eu nunca nem vi, mas em minhas viagens pelos blogs a fora, já ouvi super bem dela. Por isso, achei que merecia seu cantinho aqui. Dizem as más boas línguas que essa pomada é que nem Minancora, serve pra tudo! Hidrata cabelo, lábios, cutículas, emagrece... Ops. Ai é demais né? HAHA. Mas voltando a pomada... Parece que ela realmente é muito boa. Ouvi dizer que é ótima pra passar em tatuagens recém feita, que hidrata que é uma beleza. Eu ainda vou comprar e assim que comprovar seus tão milagrosos resultados, atualizo esse post.

Amolecedor de cutículas (Avon): Pequeno, barato, prático e bom. Do tipo "BBB", Bom, bonito e barato. Como ele vem numa embalagem igual a de um esmalte, é super fácil de carregar. Ele lembra um óleo secante, só que um pouco mais cremoso, é bem ralinho, não tem a consistência de um creme como os outros, mas é só passar pouquinho que rapidinho a pele absorve. No site da Risqué diz que ele "trata e hidrata a cutícula, fazendo com que ela cresça mais lentamente e mais fina". Ele faz parte daquela coleção com óleo de orquídea, é perfumado e o cheirinho é super agradável. O único ponto negativo é que por ser num vidrinho igual o do esmalte, é tããão pouquinho que dá dó. ):

Caneta Hidratante para cutículas: Esse é meu sonho de consumo, principalmente por eu ser apaixonada (Sem malícia) pela criadora dele, a Daniele do Unha Bonita. É uma caneta em que a ponta parece uma cerda, a base de óleos essenciais, que regeneram e hidratam profundamente as cutículas. Sem falar que ela é fácil de carregar pra lá e pra cá e não faz lambança nenhuma! Uhul.  "Sua ponta especial com firmeza controlada permite que seja utilizada como espátula de cutículas, empurrando e deixando as cutículas recuadas e suaves ao mesmo tempo que você as hidrata. (...) Em sua inovadora formulação, a caneta conta com óleos essenciais com características emolientes, nutrientes, hidratantes, umectantes, cicatrizantes, antioxidantes, antiinflamatórias, e suavizantes da pele, protetoras da membrana celular para regeneração dos tecidos e da matriz da unha. Os óleos essenciais possuem uma composição complexa, podendo conter mais de uma centena de  componentes. Sua cutícula será regenerada e suas unhas ficarão mais fortes e saudáveis." Resumindo: Perfeita.

Creme hidratante Monange: Pode parecer engraçado, pois esse creme nada tem a ver com cutículas. Mas se você é assim como eu, que começou a cuidar recentemente das cutículas e não tem nenhum creme em mãos, qualqueeeer creme hidratante quebra um galhaço. Pode ser Monange, Paixão, Ideal. Ih, o que tiver. A hidratação das mãos - principalmente no inverno - é obrigatória (Ok? Ok.) Comecei com um creme da Ideal que ganhei de amigo secreto e ficou um ano (Isso mesmo!), abandonado. Hidratar, hidratar e hidratar forever. Em seguida vou explicar detalhadamente os passos para se cuidar das cutículas. Porem devemos lembrar que nossas mãos também existem. Na falta de um creme emoliente, os hidratantes comuns servem de reforço. Como diria o Chris de "Todo mundo odeia o Chris": Hidratar hoje, hidratar amanhã, hidratar sempre.


Primeira parte

O processo da pintura começa no dia anterior. Se você costuma fazer a unha toda semana, ou de três em três dia, até mensalmente. Que seja. Fique alguns dias sem o esmalte, ou pelo menos uma noite. Eu costumo trocar de três em três dias, dependendo do meu "relacionamento" com a cor e até mesmo meu humor. Dessa forma, a unha poderá "respirar" melhor. Claro que a unha não respira, mas é sempre bom dar uma folga pra ela e exagerar na hidratação né? Não costumo usar removedor, mas sim acetona. Eu sei que todo mundo diz que resseca e tal, mas é muito mais eficaz e barato. Eu vou começar a substituir aos poucos, provar algumas marcas e ver qual delas é melhor. Gosto também de lenços removedores, pois não ressecam as unhas e retiram o esmalte rapidinho! Pois bem... Eu tenho o costume de retirar o esmalte anterior no fim do dia, quando não tenho mais nada pra fazer e tô quase indo dormir. Já na cama, deixo sobre o criado mudo tudo o que preciso para a primeira parte:
- Primeiro passo o creme por toda a minha mão, na direção do pulso. Massageio meus dedos, palmas e punho até que o creme seja bem absorvido pela pele. Costumo usar esse da Ideal que é maravilhoso e hidrata bastante. Tem um cheiro bem sutil e é bem baratinho. Em seguida aplico o Mira Cuticle (O que eu uso, pode ser outro creme) e deixo ele agir por alguns minutos. O Mira da Avon é ótimo, eu uso ele sempre antes de dormir, não somente no dia anterior da manicure. Quando percebo que a pele já absorveu o creme, começo empurrar a cutícula com a espátula, beeeem de leve. O bacana do Mira é que a própria tampinha dele serve como uma pequena espátula, bom pra quem trabalha e não tem como ficar carregando espátulas, palitinhos e coisinhas mais. Quando já fiz isso em todas as unhas, com a ponta fina da espátula, começo a contornar a cutícula bem devagar, como se estivesse varrendo as pelinhas. Depois de uma semana repetindo esse "ritual" (Que deveria ser todos os dias, pois hidratação é importante), já dá pra perceber que as cutículas ficam super finas, hidratadas, sem ressecamento e muito mais bonitas. Em seguida, vou postar algumas imagens de cutículas tiradas com o alicate e as hidratadas, pra vocês perceberem a diferença.



Só pra deixar claro: Eu não sei de quem são essas unhas, apenas peguei as imagens de uma pesquisa que fiz para comparações. Não tenho intenção de ofender ninguém. São imagens "meramente ilustrativas".


Como podemos ver na primeira imagem, o aspecto da cutícula fica muito feio, sem falar do fato higiênico. Se você for na manicure, peça para que não retire suas cutículas e sim hidrate-as. Adote esse costume e verás resultados. Pelo que pude ver, somente brasileiras cometem esse pecado. Quando hidratada, fica muito mais bonita e saudável, como pode-se ver na segunda imagem. Retirando a pele, bactérias podem entrar. Nós, donas de casa (Eu? Magina) que estamos acostumadas a lavar roupa, louça e sem falar do alicate que pode acumular germes e bactérias (Éca!). Por isso repito: Hidrate, não tire.



Segunda parte

Tire um tempo só pra fazer as unhas. Nada de querer fazer em cinco minutos. Se você tem extrema pressa, marque uma horinha com a manicure dias antes. Se for como eu pobre que prefere fazer sozinha, marque consigo mesma. Cada uma tem seu jeito, horário e segredos. Vou falar dos meus e principalmente de tudo aquilo que aprendi até agora com a comunidade. Eu procuro fazer nas quartas e sábados, mas cada uma faz no dia que lhe cai bem. Quando acordo (Já procuro acordar bem cedinho), faço todos os meus afazeres de escrava doméstica. Como atualmente a mulher está poderosa e trabalhadora, nem todas tem esse tempo disponível pra fazer as unhas. Mas deveria ser lei, toda mulher tirar pelo menos um dia pra cuidar de si mesma, fazer coisas que agradem o corpo e a mente. Pra mim, pintar as unhas (Por mais difícil que ainda seja) funciona como uma terapia. Pra quem trabalha, seria bacana fazer isso num sábado. Eu seeeei que tem muita roupa pra lavar, mas por favoooor, tirem algumas horinhas pra vocês. ): 

No caso daquelas bem ocupadas, tive uma ideia bem legal. Vamos aos materiais:


 Esses dias eu tava cheia de coisa pra fazer e nem tive tempo extra pra fazer minha hidratação nas mãos, então precisei escolher: Ou lavo a louça, ou hidrato. Fiz os dois. Sabe aquelas luvas de médico? Até mesmo as próprias pra serviços domésticos? Então! Passei o creme nas mãos e coloquei a luva. Foi um pouco difícil, pois escorregava ): Mas acredito que com um pouco de prática e paciência se torna uma boa solução. E outra, nada de encheeer de creme também né? Ai não tem luva que pare na mão.

Bom, voltando ao que interessa... Eu lavo a louça, limpo a cozinha e fazer tudo aquilo que precisa ser feito com as mãos. De preferência tomo banho e lavo o cabelo, porque como tenho o costume de lavar dia sim - dia não, até na próxima vez o esmalte já secou. Com tudo pronto, começo a hidratação (Caso não tenha feito com a louça). Passo o creme para mãos, depois o para cutículas e repito tudo aquilo que costumo fazer antes de dormir, mas com uma única diferença: O alicate. Apesar de deixá-lo aposentado, somente quando necessário o utilizo para retirar aquela pelinha que fica pra cima. Somente isso, Ok? Depois de hidratada, passamos enfim para a parte mais complicada: a preparação para a pintura. Sim, ainda precisamos preparar a unha.




Terceira parte

Qual a coisa mais chata depois que se pinta a unha? Pra mim são as bolinhas. Por isso é muito importante a preparação, assim evitando que elas apareçam. Eu odeio demaaaaais aquelas chatas. Não tem coisa que mais me desanime do que bolinha. É por isso que eu tenho mil regras pra isso. Vou falar de algumas delas:

Local: Costumo fazer na cozinha, onde é fresco e confortável. Como todo mundo sabe, não pode ser em local fechado/abafado e muito menos com correntes de ar (Ventiladores, vento, ar condicionado, secador de cabelo). Eu sei, isso é super contraditório. Por isso, enquanto hidrato as mãos, mantenho todas as portas e janelas abertas, assim como o ventilador ligado. Fazer as unhas no inverno acaba sendo mais fácil por isso, o clima acaba ajudando muito. Assim que termino, desligo o ventilador e deixo somente as janelas ou uma das portas abertas, apenas para que não fique abafado demais e nem ventilado demais.

Temperatura do corpo: Muitos dizem que a temperatura do nosso corpo influencia no aparecimento das maleditas bolinhas. Por isso que eu costumo deixar o local bem fresquinho antes de pintá-las. Depois de hidratar as mãos, pra não precisar lavá-las e retirar o creme, mergulho-as dentro de uma pequena bacia com água gelada. Deixo ali durante algum tempo, pra esfriá-las. As vezes, apesar de não ter colocado na lista de materiais lá em cima, mantenho comigo uma garrafinha de acetona com água congelada bem próxima de mim. Assim, após pintar a primeira demão de esmalte, seguro-a durante algum tempo para que a mão se mantenha fria. Essas são apenas algumas dicas, tem gente que usa o spray, gelo e até mesmo enfia a mão no congelador (Já fiz muito isso).

Esmalte grosso: Outro fator que ajuda muito no aparecimento das bolinhas é a qualidade do esmalte. Não tô falando da marca em si, mas sim dos cuidados que são tomados com os vidrinhos. Antigamente, pelo menos 50% da minha coleção era de esmaltes Impala. Com apenas dois meses de uso, percebi que eles ficaram grossos demaaaais e quase inutilizáveis. Comecei a por a culpa na marca e até jurei nunca mais comprá-la, mas acabei percebendo que a errada era eu que não sabia cuidar dos vidrinhos. O mal uso, desleixo e a falta de cuidados específicos acabam gerando esse problema. Em seguida vou dar uma pausa pra explicar todos os cuidados que devemos ter com os esmaltes, não somente para o uso, mas também para a conservação.

  • O local onde o esmalte é guardado pesa bastante nesse fato. O ideal é deixá-los num local com temperatura média, fresco e sem exageros. Nada de deixá-los guardados dentro do guarda roupas mofando, muito menos no congelador. Se tiver uma gaveta sobrando no seu armário/cômoda/roupeiro/criado mudo ou até mesmo aqueles móveis com gavetinhas, já dá pro gasto. Guardar em cestinhas, caixas, potes, estantes ou onde for. O importante é que o local não seja nem muito úmido, nem muito quente, nem muito frio. Eu sei que é difícil, mas um local arejado é ideal. O calor quebra as ligações moleculares que existem entre os corantes e os solventes e o esmalte acaba ficando com a cor dividida.

  • Deixar os vidrinhos em pé é sempre muito importante. Nunca deixe-os jogados num canto, ou de qualquer forma. Mesmo que você tenha poucos, prepare um local onde eles possam ficar de pé. Outra dica que ajuda muito, é por uma bolinha dentro do vidrinho, pra ajudar a misturar caso o esmalte esteja ficando bifásico (No SOS você encontra bem baratinho!). Mas mesmo que eles fiquem sempre na vertical, é inevitável que a cor se divida. Nesse caso, vale aquela chacoalhada no vidrinho.

  • Evitar deixar o vidrinho aberto por muito tempo é importante. Claro que na hora de fazer as unhas isso é inevitável, mas fora isso nem pensar. Mantenha ele sempre muito bem fechado, para que o ar não "entre" e nem engrosse. Manter a borda do vidrinho sempre limpa é lei. Quando o esmalte que ali acumula endurece, impede que o vidrinho seja bem fechado e facilita a entrada de ar. Isso faz com que o processo de engrossamento se acelere e diminua a vida útil do seu esmalte. Pra limpar é super simples: com algodão ou cotonete, molhe no removedor/acetona e limpe cuidadosamente. Super fácil.
     
  • Fique sempre de olho na validade do produto. Não somente de esmaltes, mas isso vale pra qualquer outro cosmético. Compre em lugares confiáveis, como em lojas especializadas ou farmácias que você confia. Fique de olho já na hora de comprar. Se ele de cara parecer suspeito, a cor não estiver uniforme e a data estiver muito próxima do vencimento, nem pensar em levar pra casa.

  • Caso ele esteja bastante grosso, vale pingar algumas gotinhas de óleo de banana ou diluidor, vai da sua preferência. Isso ajuda e muiiiito, mas os cuidados tem que se manter reforçados. Não é porque pingou e ele ficou novinho, que se pode descuidar. Cuidados nunca são demais, principalmente com aquilo que gostamos (Como esmaltes, no meu caso).

Depois de prestar bastante atenção em tudo aquilo que possa evitar as bolinhas, agora é chegado o momento da preparação da unha parte II. Novamente, os materiais:


Não menos importante, a lixa tem seu momento especial. Eu não tenho o costume de lixá-la sempre pois morro de medo de que minhas unhas diminuam ou percam o formato que escolhi. Cada pessoa tem um tipo específico de unha. Um formato, um gosto, um tamanho de preferência. Tenho dedos gordinhos, por isso mantenho a unha comprida (Mas não exageradamente) para que eles pareçam maiores e mais finos. Como não gosto de unhas redondas e sei que elas quebram com maior facilidade, mantenho as minhas quadradas. Isso vai do gosto de cada um, principalmente do formato das unhas. Particularmente acho feias as unhas largas e compridas, pra mim essas devem ser mantidas sempre curtinhas. Como a unha vai crescendo e afinando, sempre que vou pintá-las dou uma pequena e sutil lixada, apenas para retirar essa pontinha fina que as vezes machuca. Não sigo a regra de que "Lixar as unhas deve ser em uma única direção". Dou aquela lixada básica pra retirar a ponta e pronto. Procuro sempre manter as laterais sutilmente arredondadas, pra que não machuque a mim e a outras pessoas. Existem pessoas que preferem lixar a superfície pra deixá-la mais uniforme, mas eu não tenho esse costume. A retirada da cutícula pode gerar pequenos defeitos na unha que acabam causando ondulações, estrias, buraquinhos e afins.

Agora vou falar da importantíssima base. Eu sempre uso bases fortalecedoras, seja de qual marca for. Além da base ter sua importância na proteção da unha, ela pode ajudar muito no fortalecimento, crescimento, nivelamento e saúde. Existem bases comuns, que são usadas também como verniz, mas essas eu parei de usar bem no começo. Se existe uma base que ajuda na saúde da unha e cumpre seu papel de proteção, por que trocá-la por uma comum?  Preparei algumas bem conhecidas:


Os meus preferidos são os da Colorama e Risqué, mas coloquei ali alguns dos mais conhecidos. Atualmente toda marca de esmalte tem sua base fortalecedora, então a variedade é enorme. O da Vefic é muito bom também, pois trás em uma única base 4 vitaminas. O da Avon é uma "Base fortalecedora para unhas com extratos Naturais, essa base contém ingredientes naturais como limão, eucalipto e alho para fortalecer as unhas fracas e estimular a produção de queratina" o que me parece ser muito bom. O da Impala e Passenati nunca tive a oportunidade de usar, mas tenho ótimas recomendações. E o bom e velho Casco de Cavalo que já vi em diversas marcas nunca falha. Pra quem não quer se aventurar nas bases diversas, o queridinho faz muito bem feito seu trabalho.


A utilização da base é importante, pois protege a unha da pigmentação do esmalte. Quem nunca passou aquela cor escura e ficou com a unha toda manchada que atire a primeira pedra. Nunca dispense o uso dela, não somente com esmaltes. Quando estiver de saco cheio, passe somente uma base e pimba. Suas unhas não ficarão peladas, mas simples o suficiente pra não passar a impressão de desleixo.

Pra passar é simples, né? Pegue uma boa quantia, limpe um dos lados do pincel na borda e passe sobre as unhas cuidadosamente. Não existe segredos pra pintar a unha, nem de base e nem de esmaltes. Com a prática cada pessoa descobre seu jeito e maneira de fazer.


Quarta parte

Mãos e cutículas hidratadas, dedinhos gelados, unhas lixadas e base seca. Sim, minha senhora dona de casa ocupada demais, a base tem que estar bem seca. Eu usava da L'apogée que secava super rápido. Por isso que esmaltes com secagem rápida tem um espacinho maior dentro do meu coração. Com tudo pronto, vamos começar o momento mais importante. O cuidado, delicadeza e paciência principalmente são os requisitos exigido nesse momento. Vamos aos materiais utilizados na fase I:


 Procure seguir aquelas dicas que eu dei lá em cima, de como cuidar do esmalte para que ele se mantenha apto para a pintura. Os palitinhos de laranjeiras são obrigatórios nessa fase. Principalmente o papel toalha pra não fazer lambança.

  




Com toda a calma, pegue um pouco do esmalte e limpe o outro lado do pincel. Algumas pessoas gostam de passá-lo rapidamente, outras mais devagar. Como eu já disse: cada pessoa tem seu jeito de pintar as unhas. Seja com a mão para a frente, com os dedos virados para sim, com a mão de lado ou seja lá como for. Não passe uma camada grossa demais, pois além de demorar pra secar ajuda no aparecimento das bolinhas. Sem falar que fica todo manchado. Mas também não pode pegar muito pouco, senão já vira uma meleca e nada fica tudo uniforme. Repito: somente a pratica vai levá-la a perfeição. Após passar a primeira camada, imediatamente passe o palitinho ao redor da cutícula para limpar os excessos. Novamente digo, que cada pessoa tem seu jeito de passar. Algumas mulheres preferem passar a pontinha do palito sobre a cutícula, outras entre a unha e a cutícula, e outras passam a outra ponta do palito que se parece com uma espátula. Como seus dedos estão hidratados, os movimentos do palito sobre a pele se torna muito mais prático e eficaz. Viu? Mais um motivo pra você hidratá-la. Sempre que sujar o palitinho, limpe-o no papel toalha. Eu prefiro o papel toalha porque faz menos lambança. Tem quem prefira toalhinhas, guardanapos (Que dá quase no mesmo) ou fitas coladas na mão onde são colocados os restinhos. No começo eu nem usava nada, mas sujava toda a minha mão, tendo que limpar depois com acetona (Nunca faça isso!) Vale tudo, até papel higiênico, menos na pele Ok?


Após repetir (sempre limpando os cantinhos) em todas as unhas, espere secar. Se você passou uma camada fina e a base já está seca, ela vai secar rapidinho. Se preferir, segure uma garrafinha com água congelada que também ajuda. O importante é que você se mantenha no mesmo ambiente em que está, pra que a temperatura não mude. Nada de aproveitar que a unha está secando pra ir lá ver se a máquina de lavar roupas está funcionando direito, ou se tem algum gatinho passando na tua. Não tem paciência pra esperar? Ai vai mais uma lista de materiais:



Se você está fazendo a unha num local onde tem uma Tv ou um rádio por perto ÓTIMO. Sempre que faço as unhas, deixo a Tv da sala virada em direção a cozinha, onde consigo assistir.








Sair do local em que seu corpo já se acostumou com a temperatura não é nada recomendado. Pra que você não morra esperando a primeira camada secar, que tal ouvir uma música bem legal ou assistir aquele programa de Tv supimpa que você adora? Se distrair (sem exageros) faz com que o tempo passe rapidinho e você nem perceba a cama secar. Fica ai a dica.

Após secar, repita com o dobro de cuidado o processo de pintura. Muitos esmaltes precisam de até três camadas pra cor ficar uniforme, por isso prefira aqueles de camada única, ou menos ralo. Isso adianta seu tempo e o acabamento fica muito mais fácil. Sempre limpando os excessos, sem esquecer de tomar todo o cuidado do mundo pra não esbarrar com o palito na unha e deixar aquela falha horrorosa. Por isso, minha senhora, desligue-se de tudo o que pode distraí-la. Esquece a Tv, o cachorro, a máquina de lavar, ou aquilo que possa tirar sua atenção. Depois de pintar todas as unhas, espere dar uma secadinha e passe para a fase II:

Vamos aos materiais?








 Vou falar os passos que eu sigo, mas novamente quero deixar claro que cada pessoa tem seu jeito de fazer.









Como eu sou super desastrada e acabo estragando alguma unha logo após passar a segunda camada, antes mesmo de limpar com acetona/removedor eu prefiro passar o óleo secante (Pode ser de qualquer marca, vale até óleo de cozinha pra quem não tiver um em casa). Quando passado, o óleo protege a unha da poeira e de outras coisitas mais que podem grudar na unha enquanto ela seca, acabando por ficar ali grudada sem volta. Assim, a segunda camada pode dar uma secada melhor, mas não totalmente pra que eu consiga tirar os borrados da pele com mais facilidade. Algo que também me irrita são pelinhos do algodão que as vezes (Não sei como) grudam na unha. Se você estiver com o óleo, ele protege. A função do óleo não é de secar, mas sim de proteger durante a secagem. Ainda com o óleo, molho a pontinha fina do palito e enrolo um pouco de algodão, voltando a molhá-la em seguida. Como a acetona costuma evaporar super rápido, procuro deixar o potinho sempre fechado, por isso coloco numa tampinha apenas o suficiente pra usar naquele momento, sem que o potinho fique aberto. Com toda a calma e cuidado, vou limpando os cantos, a cutícula (Com cuidado maior ainda) e principalmente, por baixo da unha. Eu sou tão desastrada, que sempre vai esmalte pra baixo dela. E ah, pra quem quiser manter o esmalte por mais tempo sem descascar, vale passar na pontinha da unha e deixar uma faixinha beeeem fininha, sem esmalte. Isso faz com que meus esmaltes nunca descasquem. E olha que eu lavo louça todo santo dia.

Quando todos os dedos estiverem limpos, lavo as mãos com bem pouca água, só pro excesso do óleo sair (Isso se ele não tiver saído). Se você achar necessário ou aparecerem - mesmo com todos os cuidados - as bolinhas, passe um extra brilho com secagem rápida. NUNCA passe um sem secagem rápida, experiência própria. Isso faz com que o esmalte demore ainda mais pra secar. E mesmo que você pinte de manhã, quando dormir vai acordar com as unhas amassadas. Eu tenho três extra brilho (Top Coat) favoritos, que já vou mostrar:




* Peguei a imagem do site Unha Bonita, pois além de concordar com ela, foi a única que encontrei e que dava pra ver bem o vidrinho.








O da Colorama e da Avon todo mundo conhece. São os maiores e melhores inimigos das bolinhas. Sem falar que dá um brilho maravilhoso e esconde aquelas imperfeições que infelizmente acabam aparecendo. O da Vefic talvez pouca gente conheça, mas ele faz jus ao nome "Espelho d'água". O bom é testá-los e dependendo da sua preferência, fazer dele seu companheiro. Sem falar que é ótimo pra quando acordamos com a unha amassada, ou começa a descascar. O Extra brilho é essencial pra quem quer manter a unha sempre bonita.


Depois de todo o processo de hidratação, cuidados, preparação e pintura, se achar necessário dá pra passar o spray secante. Também separei algumas marcas, as mais conhecidas:





Eu prefiro o da Risqué, por causa da linha de Tratamento Óleo de Orquídea. E falando nisso, tem um Mini Spray que é super prático pra carregar. O meu favorito.

 





Porem, continuo batendo na tecla de que vai da preferência de cada um. O spray secante ajuda muuuito, principalmente quem não tem tempo e paciência pra esperar o esmalte secar. Depois de pronta, você poderá admirá-la e ver como é belo um par de mãos (Trio que não né?) bem cuidadas e hidratadas. Eu sei que o post ficou enorme e duvido que alguém aguente ler até o final. Porem, aprendi muito mais fazendo esse escrevendo do que aprenderia fazendo as unhas sozinha. As vezes queremos fazer as coisas sem nem saber direito, mas com uma boa pesquisa e paciência chegamos bem próximo da perfeição. Se deu errado, tenha calma, tente de novo. Ninguém consegue aprender sem prática, muito menos a pintar as unhas.

Ultima, mas não menos importante dica: mantenha a parte de baixo das unhas sempre limpas. Sabe aquela escova de dentes velha? Todo dia no banho, esfregue um pouco no sabonete e em baixo das unhas. Com o passar do dia, acumulamos muita sujeira (Principalmente nós com unhas compridas).

Ufa, terminei. Se vocês tiverem mais algum sugestão é só comentar na guia "Participe"
 

7 comentários:

claudia disse...

Parabéns !!!! Belo post pra começar !!
#todasgritam!!Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
*-*
bjus

Fah Bya disse...

Maninha, muito bom o post! Gostei. E, como você disse, o "fazer as unhas" é muito pessoal e vai do gosto e jeitinho de cada um. Mas orientações e dicas são sempre bem vindas (especialmente para iniciantes).
Eu deixei as minhas unhas ao relento, sem cuidados por muuuuito tempo! Teve época até que corrí (coisa feia!!) e, uma ou outra vez que eu fazia, me acabava no alicate! Tirava tudo e mais um pouco e as unhas ficavam sempre vermelhas e muito doloridas. Daí eu passava Nebacetin (uma pomada que tira a dor quase que instantaneamente)em todos os dedos e ficava um tempo sem poder fazer nada por causa da meleca da pomada, rs... Sem contar que nessa época, minhas cutículas eram enoooormes! Crescim mega rápido e sempre arrebentadas, com várias pelinhas levantando. Um horror!
Até que no início desse ano fui parar em um blog que fala sobre esmaltes, me interessei pelo assunto e comecei a pesquisar. Descobri vários blogs sobre o assunto e também a Comunidade Swatches de Esmaltes e Dicas e aí pronto, me apaixonei!
Hoje ainda uso o alicate, mas somente para algumas pelinhas mais teimosas que insistem em ficar levantadas e também para a lateral do dedo (no lado do dedo tá sendo mais difícil deixar de cortar do que a cutícula, pois ele engrossa e fica incomodano, mas creio que ainda vou conseguir abolir totalmente o alicate). Hidrato sempre as cutículas e troco de esmalte em média a cada 3 dias.
Tenho usado o amolecedor de cutículas da Risqué (o que você citou lá em cima, da linha óleo de orquídeas. Gosto do cheirinho dele e mais ainda do resultado dele. Realmente ele ajuda a hidratar e afinar as cutículas. Muito bom! O único ponto negativo dele é mesmo o tamanho do vidrinho.
Antes da base uso o Mavala Endurecedor de Unhas. Em seguida uso uma base também fortalecedora, geralmente da colorama, mas recentemente comecei a usar 1 da fortilon (acho que é esse o nome) e 1 da kolt e também gostei. Depois passo 1 camada da base niveladora da colorama que para mim se tornou indispensável! Só depois uso o esmalte. E por último, uso 1 top coat, geralmete o Vefic Espelho d'água (o melhor!). Ah, quando uso esmalte holográfico NÃO uso top coat, pois testei e percebi que altera a holografia.
Alterno o uso de acetona e removedor e também não fico nessa de lixar as unhas somente em um único sentido. E mana, as unhas quadradas é que facilitam as quebras. Apesar de que isso também é mais questão de gosto, né?
Ah, outra coisa, assiti uma reportagem uma vez no programa Mulheres da TV Gazeta em que um profissional explicou que não é necessário deixar as unhas sem esmalte por algum tempo, pois as unhas são células mortas e não tem isso de deixá-las respirar. Eu gosto de deixar de vez em quando 1 dia sem esmalte somente para caprichar mais na hidratação.
Ufa, escrevi demais! Nossa... Acho que me empolguei, rss...
Bjin mana!!! Deus abençoe!!!!

Fah Bya disse...

Gente, desculpem-me os errinhos de português no meu comentário anterior, foi tudo culpa da empolgação em falar desse assunto, rss...

Chris disse...

Parabéns Hemily!!!

Muito bom seu post com tudo muito explicadinho. Eu uso esse complexo vitamínico 4 em 1 da Vefic e amo de paixão!!!!!

Beijos :*

Hemily D. disse...

Fah! Que beleza de comentário. É muito importante compartilharmos nossas experiências. Essa é uma das principais motivações que me levou a fazer o blog. Mais uma vez obrigada pelo apoio, carinho e ajuda!


Cris, a VEFIC arrasa em tudo o que faz!

Fernanda Hastenteufel disse...

Parabéns pelo blog.. ta muito legal..

essa primeira postagem ta suuper bem explicada e na parte da hidratação aprendi muito ja que sou meio relaxada nessa parte..

Mas tbm ja coloquei nos favoritos..vo visitar todo o dia.. hehe

Hemily D. disse...

Fernanda, que bom saber que você gostou. Sei que o post tá meio compridinho, mas a intenção foi deixar tudo explicado nos mínimos detalhes! Obrigada pela sua presença e seja muito bem vinda.